segunda-feira, 11 de junho de 2012

Porque poesia não é inspiração

Folha de outono...
Não, muito clichê.
O amor...
Não, muito clichê.
O mar...
Não, muito clichê.
A saudade, a espera, a esperança...
Não, não, não muito clichê.
Quer saber, acho melhor esperar a inspiração!




Nenhum comentário:

Postar um comentário